TERESINA
turismo-inovador-2024-rede-basil-inovacao-ecossistema-startups-esg-ia-aldo-rosa-ceo-palestrante-cnc-abav-feira-brasilia-df-expositores-4
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon

Sebrae e Embrapii garantem R$ 116 milhões para inovação

Sebrae e Embrapii garantem R$ 116 milhões para inovação

O total investido, com os aportes das Unidades Embrapii e das empresas, pode chegar a R$ 400 milhões. O acordo foi assinado durante o 10º Congresso Internacional de Inovação Industrial e vai permitir que micro e pequenas empresas desenvolvam projetos inovadores.

Acordo assinado entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) vai destinar R$ 116 milhões para financiar projetos de inovação industrial para startups, micro e pequenas empresas. A previsão é que o acordo alavanque parcerias que podem fazer os investimentos chegarem a R$ 400 milhões. “O acordo vai permitir que pequenas empresas, sejam elas consumidoras ou fornecedoras de inovação, tenham acesso a centros de pesquisas muito avançados, disponibilizados pelas unidades da Embrapii em todo o Brasil”, avalia Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae Nacional.

Existem 96 unidades da Embrappi em todas as regiões do país, compostas por instituições de ciência e tecnologia credenciadas para prestar serviços a empresas. Juntas, elas reúnem uma rede de aproximadamente 4 mil pesquisadores. O acordo prevê ainda a intensificação da divulgação e ampliação dos contratos firmados com empresas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O presidente da Embrapii, Chico Saboya, conta que o volume liberado nesse acordo equivale ao dobro dos três contratos firmados anteriormente entre as duas entidades, o que vai ampliar ainda mais a participação do pequeno empreendedor nos projetos da empresa. “Nos primeiros três anos da Embrapii, apenas 17% das empresas atendidas eram de pequeno porte. Hoje elas são 56% do total da nossa carteira. O valor dos recursos alocados nas empresas é seis vezes maior”, destaca Saboya.

A execução do contrato tem início em janeiro de 2024, com duração até janeiro de 2027. De acordo com Quik, a meta é atender a mil empresas em todo o Brasil. Os recursos aplicados pelo Sebrae nos contratos assinados nos anos de 2017, 2019 e 2021 foram da ordem de R$ 59,8 milhões, com investimentos totais da parceria chegando a R$ 271,5 milhões, distribuídos entre 511 empresas.

Tratamento diferenciado

Os recursos serão utilizados no modelo de apoio Lab2Mkt da Embrapii, voltado para micro e pequenos negócios e startups. Nele, a organização garante o aporte de até 50% do valor do projeto em recursos não reembolsáveis. O restante é coberto pela contrapartida da empresa e da Unidade Embrapii. O diferencial desta parceria é que o Sebrae também investe recursos financeiros, que cobrem até 70% do valor da contrapartida da empresa. Isso diminui o valor do investimento de que ela precisaria dispor e os riscos da inovação. Considerado o valor global do projeto, os recursos do Sebrae, da Embrapii e da Unidade Embrapii podem chegar a 90% do total. Neste caso, a empresa ficaria responsável por cerca de 10% do valor do projeto.

Como principais pré-requisitos para receber o apoio, as empresas devem ter CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) Industrial ou TIC e faturamento abaixo de R$ 4,8 milhões no ano anterior. Além disso, devem apresentar projetos com escala de maturidade tecnológica de 3 a 9. O apoio da Embrapii é feito em todo o ciclo de desenvolvimento tecnológico, desde a pesquisa básica até o produto final, diminuindo, assim, o risco das empresas no investimento em inovação.

https://www.correiobraziliense.com.br/